terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O melhor presente de Natal

Certamente o Natal é muito mais que presentes sob a árvore quando relembramos que o Salvador nos nasceu para trazer esperança e vida eterna.

Um Feliz Natal à todos!

domingo, 4 de julho de 2010

O que fazer nesse calor

Com esse calor de Rio de Janeiro, Montréal oferece algumas opções para você se refrescar. Segue algumas sugestões.

Lugares pagos(veja no site os valores):

Aquadôme - LaSalle
http://www.aquadome-lasalle.com/

Praia/lago do parc Jean Drapeau
http://www.parcjeandrapeau.com/54-La_plage-evenement.html

Parc Olympique:
http://www.rio.gouv.qc.ca/pub/centre/centre_bain.jsp

Para pegar a estrada:
Parc Safari
http://www.parcsafari.com/zone_aquatique.php

Calypso parc
http://www.calypsopark.com/

Parc Mont Saint-Sauveur
http://www.parcaquatique.com/

gratuitos

No site da Ville de Montreal tem como você fazer uma busca pelo seu bairro para saber onde tem piscinas abertas ao público:
http://ville.montreal.qc.ca/portal/page_pageid=5798,40011569&_dad=portal&_schema=PORTAL
Para as crianças tem vários Pataugeoire e Jeux d’eau espalhados pelos bairros, no site é possivel encontrar a lista de endereços e o periodo que estão funcionando. Verifique também a análise da água das piscinas.

sábado, 1 de maio de 2010

4 anos e "não tendo pressa"

Eu lembro de um dia que estava no ponto de ônibus em Westmount, e conversei com um senhor bem simpático, um advogado que imigrou pro Canadá 20 anos atrás. Ao final da conversa, ele me disse algo que resume bem minha vida de imigrante aqui: "Take your time!". Ele foi o primeiro a me dizer para "não ter pressa", mas desde então tenho ouvido isso de outras pessoas também.

Pensando bem, parece que nós imigrantes estamos sempre correndo atrás de um "tempo perdido", e muitas vezes, nos culpamos por não avançar ou progredir como planejado ou "sonhado". Alguns desejam, assim que chegam, "reconhecimento imediato dos estudos e da profissão", "o melhor lugar pra morar", "a melhor Faculdade", "o melhor trabalho", "o melhor salário", "o melhor carro", "crédito no banco"; enquanto que Outros (acho que a minoria) já chegam determinados a viver da "ajuda do governo" ou no ciclo de "estudar e viver com o dinheiro da bolsa". Alguns porém querem aprender tão rapidamente o francês e o inglês, e se frustam logo no começo quando não conseguem nem mesmo entender o que a moça do metro está falando; ou mesmo quando percebem que falando um pouco de francês e nada de inglês não conseguirão muitas oportunidades de trabalho.

Eu li que "buscar o melhor" faz parte do caminho da felicidade, mas é certo que o melhor na vida depende de "tempo, dedicação, trabalho, "fé em Deus", e às vezes muito sacríficio.

"Não ter pressa" tem tem sido nosso lema durante esses quatro anos e assim vamos vivendo... Nossa segunda filha Louise nasceu em dezembro, e estamos todos felizes em família. Certamente, esse ano será de mudanças para nós, como o próprio nome do blog diz: "Canadá sem fronteiras".

Luiz

quarta-feira, 10 de março de 2010

Saiu na Veja

Saiu na Veja uma reportagem sobre o Québec, leia no site:
http://veja.abril.com.br/030310/bonjour-quebec-p-098.shtml

segunda-feira, 8 de março de 2010

Imposto de Renda

declaração imposto de renda - Canadá
*É preciso fazer duas declarações, uma para o Canadá e outra para o Québec.
*Somente a primeira declaração você envia pelo correio, as próximas vc pode enviar on-line.
*O prazo máximo para entregar é até o dia 30 de abril.
*Todos precisam declarar não importa se está ou não trabalhando.
*Os formulários para a declaração do Canadá você encontra no Post Canada e para o Quebec no Banco Dejardins.
* deve ser declarado tudo que recebeu como rendimentos (ajuda social do governo; licença maternidade; bolsa de estudo, inclusive os valores que vc recebeu na francisation, etc.)

Clinique d’impôt pour personnes à faible revenu:
Para quem está procurando onde fazer o imposto, alguns lugares fazem gratuitamente, desde que o revenu não seja elevado. Você pode procurar os centros comunitários, as universidades como a UQAM também oferecem esse serviço.

Personnes à faible revenus répondant aux critères :
•maximum de 20 000 $ de revenu annuel pour une personne seule;
•maximum de 26 000 $ de revenu annuel pour un couple + 2 000 $ pour chaque enfant ou personne à charge;
•maximum de 26 000 $ de revenu annuel pour un adulte avec un enfant à charge.

Segue aqui alguns locais que oferecem esse serviço:
YMCA Femmes
http://www.ydesfemmesmtl.org/clinique_dimpot_fr.html

L’Association coopérative d’économie familiale (ACEF)
http://www.consommateur.qc.ca/acefest/services/clinique-dimpot

sexta-feira, 5 de março de 2010

Escola inglesa?

Você tinha a esperança de colocar seus filhos em uma escola inglesa? Pode ir tirando o seu cavalinho da chuva...

Leia:
http://www.cyberpresse.ca/actualites/quebec-canada/education/201003/04/01-4257344-la-loi-101-doit-sappliquer-aux-ecoles-passerelles-selon-le-cslf.php

Veja o post anterior para entender o porque de tudo isso:
http://canadasansfrontieres.blogspot.com/2009/10/lei-104-e-considerada-inconstitucional.html

sábado, 14 de novembro de 2009

Mapa do crime


Veja no link abaixo o mapa do crime em Montréal, ele mostra as estatisticas de cada bairro.


segunda-feira, 26 de outubro de 2009

gripe A - H1N1

Hoje começa a campanha de vacinação contra a gripe A por todo o Québec, serão priorizadas as pessoas que trabalham em hospitais, clinicas, os policiais, bombeiros e dentistas. Em novembro começa a vacinação para a uma outra parte da população considerada em risco, começando pelos pais de crianças menores de 6 meses, mulheres grávidas e assim por diante.

Existe uma polêmica em torno da vacina, muitos ainda não decidiram se vão tomar a vacina, os profissionais de saúde estão divididos, alguns paresentam seus argumentos contra e outros a favor, cabe a você, então a decisão de tomá-la. Consulte um profissional de sua confiança e peça a ele orientação.

Neste site você encontra todas as informações importantes sobre os procedimentos com relação a gripe A: http://www.combattezlagrippe.ca/

O governo já começou a enviar um pequeno guia de orientação para se proteger e para se cuidar em caso de contrair a gripe, mais informações: http://www.pandemiequebec.gouv.qc.ca/

A lista do grupo que terá prioridade na vacinação e os locais onde você pode receber a vacina estão no site: http://www.santemontreal.qc.ca/

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Lei 104 é considerada inconstitucional


O Québec tinha, até hoje, o direito de decidir quem poderia frequëntar uma escola pública inglesa, sendo que, a maioria era obrigada a estudar em escola pública francesa sob raras exceções.

Hoje a Suprema Corte do Canada declarou inconstitucional a lei que impede os estudandes de freqüentar as escolas pública inglesas e deu prazo de um ano ao Québec para adequar sua lei 104, adotada pela província depois de 2002.

Um pouco de revolta se instala no ar e, por conta dessa decisão, Québec já move seus pauzinhos contra as escolas privadas não subvencionadas, ou seja, elas agora estarão sob os dispositivos "de la Charte de la langue française".

Para saber mais sobre o tema visite os sites:

em francês:


em inglês:

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Rio 2016



O Rio de Janeiro vai sediar as olimpíadas de 2016!
A cidade venceu as concorrentes Madri, Chicago e Tóquio depois de mais de uma década e duas tentivas para sediar os jogos de 2004 e 2012. Pela primeira vez esse grande evento será realizado na américa do sul. Como somente os brasileiros sabem fazer uma boa festa, a torcida estava preparada na praia de Copacabana, quando o resultado saiu a festa estava completa!

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Brasileiros de Montreal

Conclusões do estudo "Brasileiros de Montreal" do Autor Luis Carlos Lopes

Os brasileiros de Montreal continuam sendo profundamente brasileiros. A força das culturas que portam se manifesta em várias ocasiões. A presença deles nessa cidade consiste em uma prova de suas capacidades imensas de resistência e de adaptação a situações nem sempre favoráveis. Desenvolvem uma solidariedade expressiva entre eles, certamente maior do que teriam no Brasil. Os preconceitos que nutrem, que não são poucos, não os impedem de ter algum contato com seus compatriotas. Quanto mais tempo estão afastados do Brasil, mais tem interesse em se aproximar dos demais membros do mesmo grupamento.

Infelizmente, apesar de alguns esforços heróicos de alguns membros da comunidade, eles ainda são muito desorganizados. Suas situações sócio-econômicas e o pouco tempo que estão no Canadá podem explicar suas dificuldades de agir coletivamente. Outros grupos de imigrantes têm até a representação política informal no país de adoção. O caminho dos brasileiros ainda será longo e difícil. Eles precisam de apoio dos demais imigrantes, dos quebequenses e do Brasil. É erro político abissal abandoná-los à própria sorte. Eles representam parte do Brasil do exterior. São fragmentos de nossa população, história e culturas. Por mais que possam desejar se transformar em membros de outra cultura, a grande maioria continuará com suas marcas de origem. Eles representam o modo brasileiro de ver a vida, a sensibilidade e a força de um país que foi considerado pelos colonizadores como um pedaço do paraíso.

O Canadá é um país que possui várias características admiráveis. Sua fama externa confere com o que se pode ver, lá vivendo. Todavia, tal como o Brasil, não é o paraíso. Por lá existem problemas, alguns bastante sérios. A questão da presença de milhares e milhares de imigrantes é um deles. É ingenuidade pensar que migrar significa a integração automática ao país escolhido e o compartilhamento da mesma vida dos que antes o habitavam. A sociedade canadense tem inúmeras divisões sociais e étnicas. Seu bilingüismo oficial não apagou as diferenças internas. Os imigrantes somam-se às dificuldades locais. São capítulos a mais dos problemas do país. É verdade, que são hoje os que pegam o trabalho pesado e têm o mérito de construir o país com o suor de seus rostos.

Montreal é uma das cidades mais aprazíveis da face da Terra. Esquecendo-se os rigores de seu inverno e os problemas humanos que lá existem, trata-se de um lugar civilizado e com um elevado índice de desenvolvimento sociocultural. Entretanto, não se pode esquecer que os maiores beneficiários disto são os que a habitam há mais tempo, excluindo-se os ameríndios que fazem parte do subproletariado local. Os quebequenses francofônicos e anglofônicos estão nos melhores empregos e nas mais cobiçadas posições sociais. Os segundos costumam estar em uma situação superior aos primeiros. Os imigrantes italianos e portugueses, por exemplo, estão numa situação muito superior aos que chegaram mais recentemente, incluindo os brasileiros. Na estratificação social da cidade, as etnias estão colocadas em posições distintas, por mais que dentro de cada uma também existam distinções.

No futuro, talvez, a experiência dos brasileiros em lidar com diferenças étnicas possa servir a um modelo de sociedade mais inclusiva. Destacando-se o problema do preconceito racial, que o Brasil conhece bem, os imigrantes brasileiros têm o que ensinar em matéria de tolerância a costumes e crenças diversas. Neste sentido, um pouco do paraíso está na terra brasílica. Lamentavelmente, muitos dos seus filhos, por inúmeras razões, são tangidos a abandonar o país e a buscar o paraíso além de seu próprio torrão. Por outro lado, eles aprendem no Canadá que é possível a construção de sociedades com um nível maior de equidade social.

Imaginando-se um mundo globalizado, sem fronteiras e com culturas abertas a interinfluências, não há nada demais em se buscar outras plagas para viver. É um direito humano sair de onde se está, e procurar a felicidade mundo afora. Em teoria, isto funciona bem. Entretanto, sabe-se que na prática as fronteiras estão ainda bem delimitadas e as culturas humanas são nutridas por preconceitos e dificuldades de praticar a alteridade. É neste contexto, que os brasileiros vivem em Montreal.

Autor: Luís Carlos Lopes
2008
Espéculo. Revista de estudios literarios. Universidad Complutense de Madrid
O documento na íntegra você encontra no site: http://www.ucm.es/info/especulo/numero39/montreal.html

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Gripe A

Com o outono/inverno quase chegando aqui na terrinha começa a aumentar a preocupação com a Gripe A (H1n1/ influenza A/suína). No Brasil muitos casos foram fatais, principalmente entre as gestantes, que estão no grupo de risco por terem seu sistema imunológico mais fraco devido a gravidez.

O governo do Canadá já está tomando providências e disponibilizou sites para tirar dúvidas e esclarecer alguns fatos, principalmente com relação a vacina que deve ser disponibilizada no outono.

Esses são alguns dos sites para você visitar e tirar suas dúvidas:


sexta-feira, 1 de maio de 2009

3 anos de Canadá e ainda aprendendo ...

Ainda lembro do dia 01 de maio de 2006, quando chegamos em Montréal pela primeira vez com várias malas, uma cachorrinha vira-lata, um bebê na barriga da Dani, e os nossos coraçoes cheios de esperança. Para mim, faz bem lembrar o começo de tudo; assim como as facilidades e as dificuldades de se adaptar ao novo idioma, ao clima, às pessoas, ao trabalho, à saúde pública, a ter a primeira filha longe de tudo e de todos, e aos demais desafios. Olho para trás e vejo que cresci, aprendi muito. Porém eu sempre digo que imigrar nao é para todo mundo, é preciso coragem e pensar a longo prazo, pensar no futuro dos filhos, em novas oportunidades, e em tudo que esse país pode nos oferecer de bom; porque como disse bem uma amiga: "brincar de morar no Canadá" isso todo mundo sabe fazer, mas custa caro.
Entretanto, eu agradeço muito a Deus pela oportunidade e o privilégio de estar aqui. Sei que aqui nunca será minha verdadeira casa, talvez para meus filhos sim; porém, estamos muito felizes de ter feito essa mudança.
Luiz

domingo, 12 de abril de 2009

Roubo de identidade

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Montréal 5,7 % da população do Québec já foi vítima de fraude, devido ao roubo de identidade, com algum prejuízo financeiro. Em 2006/2007 cerca de 338.000 casos foram registrados.

O estudo indica que a clonagem de cartão de crédito ou débito será o meio mais utilisado para se efetuar fraudes com identidade alheia e de obter informações pessoais.

Suas informações pessoais são: Número do seguro social (NAS); carteira de motorista; cartão de crédito; número da conta bancária e senha; nome, data de nascimento, endereço e o número de telefone.

De posse de suas informações pessoais o fraudador pode: solicitar cartão de crédito e mudar o endereço, também de sua conta bancária; comprar um telefone celular; abrir uma conta bancária em seu nome e solicitar cheques; pedir empréstimos; fazer documentos com o seu nome mas colocar a sua foto; fazer imposto de renda; conseguir um emprego; fazer passaporte; dar suas informações a policia, caso seja retido.

Algumas dicas importantes para se proteger:
  • Escolha uma senha fácil de guardar mas difícil de adivinhar e nunca deixe a senha anotada com o cartão. Nunca a divulgue;
  • Destrua os cartões de crédito e débito antigos;
  • Quando viajar peça alguém para pegar sua correspondência ou peça para o Poste Canadá guardar durante sua viagem;
  • Pique papéis importantes antes de jogar no lixo ou no bac de reciclagem;
  • Se suas correspondências não chegam informe ao Poste Canadá que você suspeita de desvio de correspondências;
  • Não dê informações por telefone, a menos que você tenha estabelecido o contato com a empresa.
  • No restaurente não dê seu cartão ao garçon, siga-o até o caixa e efetue o pagamento;
  • 10% a 30% das fraudes são feitas pela internet. Utilise um cartão de crédito com limite menor para efetuar suas compras on line;
  • Suspeite de e-mails enviados por desconhecidos, por banco se por órgãos do gorverno. Recentemente um e-mail falso do banco Desjardins pedia para clicar em um link e atualizar seus dados pessoais, perigo!
  • Efetue compras on line em sites seguros e conhecidos;
  • Confira os extratos de contas e cartões.

Se você foi vítima de algum tipo de fraude:

  • Informe a policia e pegue uma cópia do boletim ou seu número;
  • Entre em contato com as empresas que afirmam ter feito empréstimos ou vendas pra você, informe que foi vitima de roubo de identidade, forneça os documentos necessários para que efetuem um inquérito e peça para que anulem contas abertas ou utilisadas pelo fraudador ;
  • Preencher o formulário de "déclaration de vol d'identité" e enviar para as empresas envolvidas;
  • Entre em contato com as duas principais agências canadenses de informação de crédito: TransUnion Canada : 1-877-713-3393 (Québec); Equifax Canada : 1-800-465-7166. Peça para colocarem um « alerte de fraude » assim as empresas entrarão em contato antes de abrir ou modificar contas e verifique em seu dossiê se o fraudador abriu contas ou empréstimos em seu nome. (você pode solicitar, de maneira preventiva, o seu dossiê de crédito uma vez por ano, é gratuito.);
  • Entre em contato com PhoneBusters: 1-888-495-8501 ou e-mail: info@phonebusters.com;
  • Preencha o Courriel des plaintes do Bureau de la consommation d'Industrie Canada;
  • Se as informações da carteira de motorista, do seguro social(NAS) ou da assurance maladie foram roubadas informe ao órgão competente e solicite outro(a).

Mais informações visite os sites:

http://www.monidentite.isiq.ca/

http://www.phonebusters.com/